Impresso em: 15/12/2017 06:00:59
Fonte: http://www.palmaspop.com.br/noticia.php?l=2c233df3737bb43244e6feb0fba31364

Em 2015 eu prometo

22/01/2015 17:24:07

 

Em 2015, eu prometo… 

Pablo Miyazawa


 
 

…me dedicar mais ainda a qualquer coisa que eu decida fazer.

…procrastinar menos, produzir mais e saber a hora de parar de trabalhar.

…não esquecer das três refeições diárias.

…escutar mais música, e não apenas enquanto estiver trabalhando.

…prestar mais atenção às letras das músicas, e gastar menos tempo lendo sobre as vidas dos músicos.

…perder a vergonha de cantar e dançar em público.

…ir mais ao cinema, e não mais esperar os filmes chegarem ao Netflix.

…moderar o uso de recursos ilegais como PopCorn Time, torrents e afins.

…continuar lendo livros em papel e resistir ao máximo às tentações do Kindle.

…terminar de ler todos os livros que começarei.

…terminar de escrever todos os livros que prometi escrever.

…jogar mais videogames, mesmo que sejam jogos de três anos atrás.

…dar menos cliques e audiência para notícias inúteis sobre as celebridades e suas vidas privadas.

…voltar a me interessar por futebol e frequentar estádios.

…usar o carro o mínimo possível.

…justificar a existência das ciclofaixas.

…correr uma meia-maratona.

…me acostumar a acordar cedo para conseguir dormir mais cedo.

…reclamar menos no Twitter.

…dizer menos que “o Facebook já era” e fazer algo a respeito – ou seja, esquecer que isso existe.

…menos WhatsApps para os amigos, mais telefonemas para os amigos.

…menos selfies (e resistir à tentação de comprar um pau de selfie), menos fotos de comida e de cachorro.

…mais lembranças boas, menos previsões ruins.

…parar de sofrer por antecipação.

…prometer apenas o que sei que conseguirei cumprir.

Um feliz ano novo para todos nós.